Main menu

Diogo Gago regressa à Inside Motor

A Equipa Inside Motor voltará a contar nas suas fileiras com o ainda campeão nacional das duas rodas motrizes, Diogo Gago, para o Rallye Casinos do Algarve, que terá a seu lado Ricardo Faria.

Depois do título obtido em 2016, no Nacional de Ralis 2RM, a Inside Motor e Diogo Gago voltam-se a cruzar, desta feita no encerramento do campeonato de 2017, que vai acontecer no próximo fim-de-semana, dias 17 e 18 de novembro, com a disputa do Rallye Casinos do Algarve, prova integrada este ano no European Rally Trophy.

“Depois do excelente resultado que obtivemos em 2016, onde o Diogo Gago conduziu o nosso Peugeot 208 R2 que nos levou ao título nas duas rodas motrizes, tínhamos vontade de o ter de novo na equipa, ainda por cima no Rallye Casinos do Algarve que tão boas recordações nos deixou. Sendo o Diogo Gago algarvio acaba por ter ainda mais significado a presença deste jovem piloto nesta prova dentro da nossa estrutura”, afirma Joaquim Batalha, responsável da Inside Motor.

Há quatro meses parado, Diogo Gago há um ano que não corre em Portugal, mas isso não serve de desculpa para o jovem algarvio. “Se participo nesta prova, como em qualquer outra, o objetivo passa sempre por vencer. Respeito muito a concorrência, que sei que está muiti competitiva, mas irei, como sempre faço, dar o meu melhor para vencer entre as duas rodas motrizes”, refere Diogo Gago, dizendo ainda que “quero deixar o meu agradecimento especial à Inside Motor, que me proporcionou todas as condições e fez todos os esforços para que eu pudesse regressar nesta prova. A Inside Motor voltou a apostar em mim e agora quero retribuir, se possível, com uma vitória”.

Vencer e preparar 2018

Depois do brilharete de Mortágua, Daniel Nunes / Rui Raimundo e a Inside Motor querem terminar o ano com mais um grande resultado ao volante do Peugeot 208 R2 no Rallye Casinos do Algarve.

O encerramento do Nacional de Ralis de 2018 vai acontecer este próximo fim-de-semana, dias 17 e 18 de novembro, com a disputa do Rallye Casinos do Algarve, prova integrada este ano no European Rally Trophy, onde a dupla Daniel Nunes / Rui Raimundo também surge inscrita, perante uma concorrência acrescida de pilotos internacionais.

“Trabalhamos para esta prova de encerramento do Nacional de Ralis como sempre fizemos e com a consciência de que vamos dar ao Daniel Nunes as melhores condições para lutar pelos primeiros lugares das duas rodas motrizes. Depois da vitória em Mortágua, terminar o ano com mais um bom resultado seria excelente, tanto mais que o Daniel Nunes gosta muito de correr nos troços algarvios”, refere Joaquim Batalha, responsável da Inside Motor.

Garantido que está o vice-campeonato no agrupamento RC4, Daniel Nunes vai ao Rallye Casinos do Algarve para tentar a vitória. “Correr no Algarve tem um sabor especial, principalmente com o Peugeot. Vamos encarar este rali sem pressão. Não dependemos de resultado nenhum de relevo para o campeonato, pois já somos vice-campeões RC4. A nossa ideia é sermos rápidos, eficientes, espetaculares e... tentar a vitória!!! Acabar com uma vitória seria de topo para contarem connosco para 2018 ainda mais fortes”, conclui Daniel Nunes.

Inside Motor – Rali de Mortágua

Daniel Nunes / Rui Raimundo e venceram de forma categórica no Rali de Mortágua no Campeonato Nacional de Ralis de duas rodas motrizes ao volante do Peugeot 208 R2 da Inside Motor.

Vencendo sete dos oito troços disputados no Rali de Mortágua, Daniel Nunes / Rui Raimundo venceram, sem margem para dúvidas, entre os concorrentes das duas rodas motrizes, com uma vantagem superior a 1m24s.

“Nunca tivemos dúvidas da capacidade do Daniel Nunes. Sempre acreditamos que era possível alcançar este vitória e estávamos convencidos que poderia muito bem acontecer em Mortágua como aconteceu. Trata-se de um justo prémio para toda a equipa que tem continuado a mostrar o seu profissionalismo, que permite aos nossos pilotos obter vitórias como esta”, afirma Joaquim Batalha, responsável da Inside Motor.

Vencendo numa prova em que toda a concorrência participou, Daniel Nunes diz que “não foi um início fácil. Um problema com a embraiagem levou-nos a ter uma saída de estrada e a penalizar, perdendo algum tempo, pelo que a partir daí o nosso foco era dar tudo por tudo para recuperar. Foi isso mesmo que fizemos vencendo todos os restantes troços, o que nos permitiu uma vantagem muito confortável que nos levou a fazer uma gestão de pneus já na fase final do rali, evitando algum problema. Foi, portanto, um excelente rali, onde andamos depressa, demos espetáculo e no final obtivemos uma vitória sem contestação”.

Alexandre Ferreira / Paulo Amorim, num segundo Peugeot 208 R2 da Inside Motor, ficaram no segundo lugar do Critério de Ralis Jorge Amorim, fazendo uma grande recuperação depois de uma penalização por engano no percurso da super-especial.

Informações sobre o Rali de Mortágua em: www.cacsport.com
Comunicado de Imprensa de 24 de setembro de 2017

Rali de Mortágua - Em busca da vitória

Apesar de não estar a ser uma época muito positiva do ponto de vista dos resultados, a verdade é que Daniel Nunes / Rui Raimundo têm demonstrado desportivamente que podem vencer entre os concorrentes das duas rodas motrizes do Nacional de Ralis e, por isso, nada melhor que o Rali de Mortágua para o tentar provar.

“Já não estamos na luta pela vitória no campeonato nas duas rodas motrizes, mas temos condições para continuar a lutar pelas vitórias prova a prova. Vamos a Mortágua com esse pensamento e com essa ambição, pelo que tudo fizemos para entregar ao Daniel Nunes um Peugeot 208 R2 em excelentes condições”, refere Joaquim Batalha, responsável da Inside Motor.

Quanto a Daniel Nunes, o objetivo não é vencer apenas a categoria RC4, mas sim entre os concorrentes das duas rodas motrizes, intrometendo-se na luta entre os piotos que ainda ambicionam chegar ao título nas duas rodas motrizes. Diz o piloto de Sintra que “temos a noção que vai ser um rali duro. Tem de ser tudo muito bem gerido derivado ao estado dos troços. Contudo, queremos ser rápidos eficazes e ir atrás da vitória que nos tem escapado e que a equipa já merece! Temos a noção que a concorrência vai ser forte e que desde Fafe que não fazemos ralis em terra mas como a terra é onde nos sentimos mais vontade temos de ir à luta”.

Refira-se ainda que a Inside Motor terá um segundo Peugeot 208 R2 a disputar o Rali de Mortágua, entregue a Alexandre Ferreira / Paulo Amorim, inscritos na prova extra – Critério Jorge Amorim.

O Rali de Mortágua estará na estrada dias 22 e 23 de setembro.

Informações sobre o Rali de Mortágua em: www.cacsport.com Comunicado de Imprensa de 19 de setembro de 2017 www.facebook.com/insidemotor

Rali Vidreiro - Prestações positivas

Daniel Nunes / Rui Raimundo e Gonçalo Inácio / Paulo Marques terminaram o Rali Vidreiro com prestações positivas, mas os resultados foram bem distintos.

Com uma fase inicial muito positiva, Daniel Nunes / Rui Raimundo começaram por lutar pela liderança das duas rodas motrizes, mas uma saída de estrada atrasou muito esta dupla. Já Gonçalo Inácio / Paulo Marques tiveram uma estreia muito positiva ao volante do Peugeot 208 R2, terminando com um resultado muito interessante.

“Os nossos dois Peugeot 208 R2 estiveram de novo em grande forma, demonstrando grande fiabilidade e competitividade mesmo perante carros mais competitivos no Campeonato Nacional de duas Rodas Motrizes. Foi pena a saída de estrada do Daniel Nunes, pois estava a fazer uma grande prova, tendo ganho troços. O Gonçalo Inácio fez uma prova inteligente, foi evoluindo a sua performance com o 208 e terminou o rali já mais à vontade com o carro”, explica Joaquim Batalha, responsável da Inside Motor.

Daniel Nunes: “o balanço é muito positivo. Apesar do resultado estar longe da exibição. Preparamos este rali com vontade de marcar a diferença e ser eficazes. No primeiro dia correu tudo perfeito, acabando o mesmo a 6 segundos da liderança. A nossa estratégia era atacar nos trocos sujos e sinuosos da zona da Mata Mourisca para depois na mata de São Pedro perdermos para a concorrência que fazia muito mais velocidade de ponta que o nosso Peugeot. Entramos na segunda etapa muito fortes e com muita confiança. Porém, um erro meu com algum exagero deitou por água abaixo um resultado de relevo que era a nossa ambição. Mais uma vez a estrelinha não estava do nosso lado. São ralis!!! Graças ao público continuamos em prova e continuamos a provar que fomos rápidos e até ganhamos especiais. A Inside Motor está de parabéns preparou um carro a altura da vitória que eles bem mereciam. Vamos voltar ainda mais confiantes para dar um resultado que a equipa merece”.

Gonçalo Inácio: “o resultado foi positivo e os objetivos foram cumpridos. Conseguimos terminar a prova sem sustos, fui evoluindo com calma, havendo um longo caminho para conseguir acompanhar o ritmo dos primeiros. Mesmo assim, terminamos com um bom 13º lugar da geral, 4º das duas rodas motrizes e segundo entre os RC4”.

Informações sobre o Rali Vidreiro em: www.camg.pt

Comunicado de Imprensa de 12 de junho de 2017