Main menu

Objectivos atingidos

 

MESMO COM ALGUMAS ADVERSIDADES DURANTE A PROVA,     RENATO PITA / LUÍS CAVALEIRO TERMINARAM O RALI SERRAS DE FAFE NO SEGUNDO LUGAR DO GRUPO RC4, NO REGRESSO AOS PISOS DE TERRA.

Apesar de ter atingido todos os objetivos definidos para o Rali Serras de Fafe, que passavam por rodar o máximo possível em ritmo de competição, Renato Pita / Luís Cavaleiro levaram o Peugeot 208 R2 ao segundo lugar no grupo RC4, sendo ainda quinto classificado nas duas rodas motrizes, entre os concorrentes que pontuam para o Campeonato Nacional de Ralis.

“Não foi um rali fácil. Tinha um novo navegador com quem nunca tinha andado, depois na prova tivemos muitos problemas com os intercomunicadores na fase inicial, tendo feito alguns troços quase sem notas e por fim a caixa de velocidades teve um problema. Aliando isso à pouca experiência que tenho em pisos de terra e ao facto de os nossos adversários terem feito provas muito boas, considero que o resultado final, que era o que menos interessava nesta fase, foi até bastante positivo” explica Renato Pita sobre a sua prestação no Rali Serras de Fafe. 

Agora seguem-se provas de asfalto do Nacional de Ralis, Guimarães e Castelo Branco, nas quais “tenho outra experiência, sendo um tipo de piso onde me sinto mais à vontade. Por isso, vamos preparar com a Inside Motor essas duas provas, nas quais poderemos lutar por novos e mais ambiciosos objetivos” afirma Renato Pita.

O Rali Cidade de Guimarães, segunda prova do Nacional de Ralis, disputa-se dias 10 e 11 de abril, sendo a primeira prova de asfalto do Campeonato Nacional de Ralis.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL RALI SERRAS DE FAFE:

http://cnr.cronobandeira.pt

 

O regresso de Renato Pita à terra

COM BASE EM AMARANTE A INSIDE MOTOR E O PILOTO RENATO PITA REALIZARAM HOJE UM TESTE COM VISTA À PARTICIPAÇÃO NA PRIMEIRA PROVA DO CAMPEONATO NACIONAL DE RALIS DE 2015, O RALI SERRAS DE FAFE.

Renato Pita esteve hoje em Amarante para realizar o primeiro teste de preparação para o Rali Serras de Fafe, prova do Campeonato Nacional de Ralis disputada em pisos de terra, que se realiza dias 13 e 14 de março.

Foi a estreia do piloto a conduzir o Peugeot 208 R2 em pisos de terra, como foi também a estreia com a equipa Inside Motor, num teste que correu de forma muito positiva e que teve a imprescindível colaboração da Câmara Municipal de Amarante, que facultou todos os meios necessários para a realização do mesmo em condições de segurança.

“Foi um teste muito proveitoso, no qual o objetivo foi encontrar o melhor acerto possível do Peugeot 208 R2 para terra e que marcou a minha estreia neste tipo de piso com este carro. Consegui um bom acerto para o carro em função também dos pneus Pirelli utilizados. Registo também o proveitoso trabalho da Q&F, que acompanhou todo este teste, que foi muito útil para entender melhor qual a direção a seguir nos acertos escolhidos para o 208 R2” afirmou Renato Pita. 

Depois de 100 quilómetros de testes, Renato Pita diz que “não foram suficientes para contrariar a pouca experiência que tenho neste tipo de pisos. O ritmo competitivo não é obviamente tão alto quanto aquele que tenho no asfalto, mas será mais um desafio para mim estar presente no Rali Serras de Fafe. Quero agradecer à Câmara Municipal de Amarante as facilidades concedidas para este teste, como à Q&F pelo trabalho desenvolvido e aos técnicos da Inside Motor que mostraram muito conhecimento e profissionalismo neste teste”.

O Rali Serras de Fafe, primeira prova do Nacional de Ralis, disputa-se dias 13 e 14 de março, sendo a primeira prova de Renato Pita com o Peugeot 208 R2 da Inside Motor.

 

“Challenge” já está no terreno

A Inside Motor Eventos organizou a primeira sessão de testes com os pilotos inscritos no “DS3 R1 Challenge”

Depois de abertas as inscrições para o “DS3 R1 Challenge Júnior” e “DS3 R1 Challenge Sénior”, a Inside Motor Eventos organizou em Guimarães, na zona da Penha, a primeira ação dinâmica com os interessados nestas competições, que assim tiveram oportunidade de estar a bordo do Citroen DS3 R1. 

“Os objetivos desta ação foram plenamente cumpridos. Todos os que tiveram oportunidade de andar no Citroen DS3 R1 ficaram surpreendidos com o carro. Quero agradecer a todos os pilotos que estiveram presentes, bem como ao Rui Madeira pelo ânimo que transmite a este projeto, assim como ao Joaquim Batalha, ao Luís Salgueiro e ainda ao Luís Simões e ao António Pina, pois têm sido incansáveis no apoio dado”, afirma Vitor Calisto, dizendo que “brevemente vamos iniciar os testes com os pneus que servirão de base ao troféu, que estão a ser produzidos pela FEDIMA, pelo que vão existir mais oportunidades para os pilotos interessados testarem as capacidades no Citroen DS3 R1”.

Os “DS3 R1 Challenge” têm no Rali Cidade de Guimarães a sua primeira prova, agendada para 10 e 11 de abril. “Atendendo a que faltam menos de três meses para o início da competição, alertamos os pilotos interessados para a necessidade de começarem a fazer já os pedidos dos kit´s, de modo a que possam ser entregues a tempo de serem montados para a prova inaugural”, refere Vitor Calisto, acrescentando que “estamos convencidos que poderemos vir a ter um número interessante de pilotos em ambos os challenge, até porque os contactos não têm parado de chegar”.

A próxima ação de divulgação dos “DS3 R1 Challenge”, decorrerá no Salões dos Campeões, que se realiza de 30 de Janeiro a 1 de fevereiro, na Exposalão da Batalha, num evento organizado pela FPAK, onde se realizará também a Gala de Distribuição de Prémios da temporada de 2014 do automobilismo nacional.

Refira-se que toda a informação dos “Challenge” está em constante atualização no website www.challengeds3r1.com, que tem ainda uma zona reservada para os inscritos.

Comunicado de Imprensa de 18 de janeiro 2015

 

DS3 R1 CHALLENGE GUIMARÃES 2014

6º Feira dia 16

19-00 - 24.00

Exposição do DS3 R1 em frente à Câmara Municipal de Guimarães

Centro Histórico de Guimarães

 

Sábado dia 17

8.30 - 13.00

Co-drive com o piloto Rui Madeira e os pilotos interessados na participação no Challenge

Base de apoio - Parque de Assistência da Rampa da Penha (Junto ao Parque de Campismo)

 

Indicações para o local

Saída da A3 - (Direção Norte-Sul) - 2º Saída para Guimarães

Na rotunda - Guimarães Centro

Segue via rápida - Fafe / Felgueiras

Após 2Km - Saída à direita - Penha / Belos Ares (Junto ao Intermarché)

Na rotunda à esquerda - Direção Penha

Após 1 Km cruzamento à direita - Direção Penha - Parque de Campismo/Mini Golfe

Base de apoio - Parque de Assistência da Rampa da Penha (Junto ao Parque de Campismo)

http://www.challengedsr1.com

 

Download PDF

Do sonho ao pesadelo

A Inside Motor esteve em grande nível na Taça de Portugal, obtendo na estrada um título retirado na secretaria.

A Inside Motor mobilizou-se mais uma vez e esteve presente em força no Rali Casinos do Algarve, prova na qual se disputava a Taça de Portugal, existindo legitimas ambições da equipa, através de Daniel Nunes / Rui Raimundo ao volante do Peugeot 208 R2, na obtenção da vitória nas duas rodas motrizes, facto que veio a suceder na estrada mas não secretaria após uma decisão polémica e até antidesportiva dos Comissários Desportivos.

“Após a interrupção do quinto troço, apenas dois pilotos fizeram esse troço em condições normais. Normalmente, os Comissários Desportivos, atribuem aos restantes concorrentes o mesmo tempo do último concorrente a concluir o troço, só que desta vez foi tomada uma outra decisão, com base na rigidez dos regulamentos e não no bom senso desportivo, tendo em conta a forma como estava a decorrer o rali”, começa por explicar Vitor Calisto, dizendo ainda que “com esta decisão totalmente descabida e antidesportiva, um primeiro lugar nas duas rodas motrizes que o Daniel Nunes obteve com grande mérito na estrada, acabou por se traduzir num segundo lugar que apanhou de surpresa até o próprio organizador da prova que nos pediu desculpa pelo sucedido”.

No entender de Vitor Calisto “não se pode brincar deste forma com o esforço que uma pequena equipa como a nossa faz para se manter a correr. A verdade desportiva foi alterada e foi uma tremenda injustiça que coloca em causa se valerá a pena continuar a trabalhar com tanto profissionalismo em prol desta modalidade. Para nós o Daniel Nunes  e o Rui Raimundo foram os vencedores das duas rodas motrizes na Taça de Portugal, e acreditamos que quem manda no desporto automóvel em Portugal possa ainda corrigir decisão tão injustiça e lesiva dos nossos interesses e do automobilismo em geral”.

Refira-se que Vitor Calisto, na estreia do filho Márcio Calisto como navegador, levaram o Citroen Xsara ao terceiro lugar do Grupo RC4 na Taça de Portugal, Grupo que teve como vencedor Daniel Nunes / Rui Raimundo no Peugeot 208 R2.

 

Comunicado de Imprensa de 17 de novembro de 2014