Main menu

Exibição de gala de Diogo Gago

Não poderia ter corrido melhor a prestação de Diogo Gago / Hugo Magalhães ao volante do Peugeot 208 R2, vencendo o Rali Serras Fafe, depois de uma exibição notável.

Os números falam por si. Vitória absoluta nas duas rodas motrizes após a conquista de todos os troços, permitem que a Diogo Gago / Hugo Magalhães saiam do Rali Serras de Fafe com a pontuação máxima nas contas do Nacional de Ralis.

“Foi uma prova muito boa. Ao início entramos com algumas cautelas, devido aos troços escorregadios, mas fomos sempre evoluindo o set-up do carro em cada parque de assistência o que nos permitiu aumentar a confiança e o ritmo. O Pepe Lopez foi um grande adversário e obrigou-nos também a andar depressa. No final somamos um grande resultado, conduzindo um carro que não deu o mínimo problema e que me permitiu voltar a competir depois de quase cinco meses sem tripular um carro de competição”, afirmava um Diogo Gago muto satisfeito pela performance que tinha acabado de realizar, concluindo que “tenho que agradecer e dedicar este resultado à Inside Motor, pelo esforço que realizou para estarmos aqui, assim como à Peugeot e aos meus habituais patrocinadores. Espero que esta vitória possa valer muito para o meu futuro seja no Europeu seja no Nacional de Ralis”.

Do lado da Inside Motor, o responsável técnico Joaquim Batalha, revelava enorme satisfação, explicando que “a performance do Diogo Gago foi notável ao volante do nosso Peugeot 208 R2. Apesar de jovem o Diogo revelou um grande profissionalismo e foi sempre melhorando a sua performance, que se traduziu também numa grande vitória para todos na Inside Motor. O 208 não registou qualquer problema, apesar de ser um carro novo e demonstrou, que apesar de ser um RC4, pode ser uma viatura muito competitiva nas duas rodas motrizes”.

Todas as informações sobre o Rali Serras de Fafe em:
http://www.demoporto.com/joomla30/index.php/rallye-serras-de-fafe

Inside Motor – Rali Serras de Fafe

Diogo Gago estreia novo Peugeot 208 R2

Diogo Gago volta a integrar a Inside Motor, desta feita para disputar o Rali Serras de Fafe, primeira prova do Campeonato Nacional de Ralis, ao volante de um novo Peugeot 208 R2.

A Inside Motor volta a estar à partida de mais um Campeonato Nacional de Ralis, agora com a dupla Diogo Gago / Hugo Magalhães, que irão estar a bordo de um novo Peugeot 208 R2, recentemente construído nas instalações da equipa sintrense, no Rali Serras de Fafe que se disputa nos próximos dias 4 e 5 março.

“Trabalhamos muito para estarmos presentes no Rali Serras de Fafe depois de um final de temporada de 2015 complicado. Construímos um carro novo que agora irá ser conduzido por uma das mais jovens promessas dos ralis em Portugal, o Diogo Gago, que muito nos orgulhamos em o ter na nossa equipa”, refere Vitor Calisto, responsável da Inside Motor.

Para além da Inside Motor, um dos grandes apoios deste projeto veio da Peugeot, permitindo assim que Diogo Gago possa iniciar a sua temporada desportiva mais cedo. “Em primeiro lugar tenho que agradecer o enorme apoio que a Inside Motor e a Peugeot deram, bem como os meus outros habituais patrocinadores, para que eu possa estar presente no Rali Serras de Fafe”, começa por referir Diogo Gago, explicando que “o meu projeto para 2015 passa acima de tudo pelo Europeu de Ralis, é para isso que estou a trabalhar, pelo que no Nacional de Ralis apenas possa garantir para já esta prova, embora gostasse de o disputar na integra”.

Quanto aos objetivos desportivos, Diogo Gago refere que “esta é uma excelente oportunidade de regressar à competição, ganhar ritmo competitivo e, como é óbvio, poder lutar pela vitória entre os carros de duas rodas motrizes, contando para isso com o experiente Hugo Magalhães a meu lado”.

Todas as informações sobre o Rali Serras de Fafe em:

http://www.demoporto.com/joomla30/index.php/rallye-serras-de-fafe

Rali Casinos do Algarve - Um azar num vem só...

A Inside Motor marcou presença na derradeira prova do Campeonato Nacional de Ralis, num evento em que nada correu bem para a formação de Sintra.

Presente com duas duplas no Rali Casinos do Algarve, com o Peugeot 208 R2, entregue a Francisco Nascimento / José Carlos Rodrigues e o Citroen Xsara VTS, conduzido por Vitor Calisto / Márcio Calisto, a Inside Motor acabou por ter um primeiro dia de rali bem longo, mas não pelos melhores motivos.

Ao passar por uma ribeira, logo no troço inaugural do rali, Vitor Calisto / Márcio Calisto não conseguiram prosseguir em prova, quando o Citroen Xsara se recusou a pegar depois de água ter entrado no compartimento de motor.

Muito mais azar teve a dupla Francisco Nascimento / José Carlos Rodrigues, quando na fase inicial do primeiro troço do rali tiveram uma forte saída estrada. O Peugeot 208 R2 suportou todas os embates, tendo piloto e navegador saído ilesos deste acidente, apesar de terem ido ao hospital por precaução, estando ambos recuperados do susto.

Joaquim Batalha, responsável técnico da Inside Motor, comentou que “não foi uma boa despedida dos ralis em 2015. Estávamos muito motivados com a estreia do Francisco Nascimento e queríamos fazer uma despedida condigna ao Xsara, que no final o ano perde a sua homologação.

Infelizmente qualquer dos pilotos já não saiu do primeiro troço, tendo ficado muito preocupado com a saída de estrada do Francisco Nascimento. Tudo não passou de um susto e o importante é que piloto e navegador estão bem”.

Ausência forçada em Mortágua

 

Contrariamente ao que estava previsto, a Inside Motor acabou por não participar no Rali de Mortágua, mesmo tendo a equipa se deslocado à penúltima prova do Nacional de Ralis.

De uma forma totalmente imprevista e não programada, a Inside Motor acabou por não participar no Rali de Mortágua, depois da equipa ter sido informada que o piloto Renato Pita, devido a um problema de saúde, não iria disputar a prova. 

A equipa Inside Motor deslocou-se a Mortágua, tendo já montada toda a sua estrutura no parque de assistência do Rali de Mortágua, mas ao final da tarde, acabaria por rumar a Sintra, depois de saber que o piloto Renato Pita não iria conduzir o Peugeot 208 R2 neste rali. Trata-se de um insólita situação para a Inside.

“Nada fazia supor que tal acontecesse. Tínhamos tudo preparado para o carro ser verificado, só que entretanto foi-nos informado que o piloto não iria disputar a prova, por questões de saúde”, afirma Joaquim Batalha, responsável da equipa Inside Motor, dizendo que “tínhamos tudo preparado para este rali o qual esperávamos que pudesse ser uma grande prova, já que nos encontrávamos na luta pelo título do Grupo RC4 e havia ambições legitimas de um bom resultado nesta prova. ”.

Mais informações sobre o Rali de Mortágua em: http://www.cacsport.com

Comunicado de Imprensa de 18 de setembro de 2015